PÓS GRADUAÇÃO EM LIBRAS PARA PROFESSORES E INTÉRPRETES (EAD)

Não vá Embora!
Separamos essas Ofertas Exclusivas para você!

  Carregando... Por favor, aguarde...


LIBRAS (EAD)


Codigo: PGEAD69 Fabricante: UPS Disponibilidade: Imediata REGISTRAR INTERESSE (LIGAMOS PRA VOCÊ)

img-responsiva

 

 

matricular.png

 

 

FICHA TÉCNICA

Nível: PÓS GRADUAÇÃO

Pré-requisitos: Ensino superior Completo 

Modalidade Do curso: 100% Online 

Possui Tutor: Sim 

Possui Certificado reconhecido pelo MEC: Sim 

Carga Horária do Curso: 495 horas 

Horário de estudo: Flexível (Administre seus próprios horários) 

Duração do Curso: 6 a 12 meses 

Forma de pagamento das mensalidades: Boleto Bancário

Início: Imediato (Curso independente - Não precisa aguardar fechamento de turma) 


libras-para-professores-e-int-rpretes.png

 

Objetivo

 A Língua Brasileira de Sinais (Libras), há mais de dez anos, é considerada a segunda língua oficial do Brasil. A Libras é uma linguagem essencialmente visual, com o uso de gestos que definem as expressões. Não é uma simples transposição do português para as mãos e o corpo. É uma língua dinâmica como qualquer outra, que tem suas gírias e até seus dialetos. O uso de Libras como língua oficial padronizou a comunicação com a comunidade surda em todo o território nacional. O curso visa especializar profissionais para atuar na área da Educação, sobretudo, no atendimento de pessoas nos vários níveis de deficiência auditiva. Desta forma, contribui com a elevação da oferta de profissionais qualificados para o exercício profissional docente em educação especial e inclusiva, suprindo necessidades identificadas no sistema educacional. O curso destina-se aos graduados em cursos superiores, pedagogos, psicopedagogos, psicólogos, professores de disciplinas diversas e demais profissionais, que possuem conhecimentos básicos em LIBRAS e têm interesse no domínio da Língua Brasileira de Sinais. 


 Avaliação
A avaliação será processual, onde o aluno obterá aprovação, através de exercícios propostos e, atividades programadas, para posterior. O aproveitamento das atividades realizadas deverá ser igual ou superior a 7,0 (sete) pontos, ou seja, 70% de aproveitamento.


Sua Profissão no Mercado de Trabalho
Hoje a maior demanda por intérpretes de Libras é nas escolas e universidades, mas o mercado para estes profissionais não para de crescer. O intérprete de Libras também pode atuar em empresas, campanhas eleitorais, propagandas e eventos em que a transmissão de informações devem ser obrigatoriamente traduzidas para os surdos. 


Metodologia 
Os cursos de pós-graduação são 100% online. Todos os materiais didáticos estarão no formato PDF e serão disponibilizados por meio de uma plataforma de ensino Online. 

 

bot-o-matriz-curricular.png

.

CARGA HORÁRIA: 495h


 PRIMEIRO CICLO

CódigoDisciplinaC.H.Ementa
75 PESQUISA E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 30h A relação do ensino-aprendizagem na ação didática e no contexto da Educação a Distância no Brasil; EAD e a formação profissional; Ambiente virtual / moodle: conceito, funções e uso; Redes Sociais; Letramento Digital; Inclusão digital; Inovação pedagógica a partir do currículo e da sociedade de informação; Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC); As TIC abrindo caminho a um novo paradigma educacional; Cidadania, Ética e Valores Sociais; Pesquisas web.
74 ÉTICA PROFISSIONAL 30h Conceitos de ética e moral, sua dimensão nos fundamentos ontológicos na vida social e seus rebatimentos na ética profissional. O processo de construção do ethos profissional: valores e implicações no exercício profissional.
293 A INTERFACE ENTRE A LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS E A LÍNGUA PORTUGUESA 30h Interface entre a Língua Brasileira De Sinais (Libras) e a Língua Portuguesa na Construção inicial da Escrita pela Criança Surda; A Pesquisa; Entre Palavras e Sinais: A Escrita em Questão; Notas; Sistema de Transcrição Simplificado; Sinais de Meios de Comunicação; Sinais de Meios de Comunicação; Atividades em Libras; Outros termos; Outras Atividades em Libras.
294 INTRODUÇÃO AO ESTUDO E ENSINO DE LIBRAS 30h Introdução à LIBRAS; Histórico da Língua Brasileira de Sinais na Educação de Surdos; As Línguas de Sinais no Mundo; Características Próprias das Línguas de Sinais; LIBRAS: História e Evolução; Desenvolvimento da Pessoa Surda; A LIBRAS no Contexto do Ensino Fundamental; Memorização de Diversos Objetos; Preparação dos Profissionais; As Diferenças Humanas; Alfabetização e o Ensino da Língua de Sinais; Alfabetização Na Língua de Sinais Brasileira; Estágios de Aquisição da Língua de Sinais; Instrumentos do Processo de Alfabetização; O Ensino da Língua de Sinais; Reflexão Final; Praticando LIBRAS; Números e Numerais; Alfabeto Legal; Material Escolar; Aula de LIBRAS; AJA - Associação Do Jovem Aprendiz; Legislação Referente a Língua Brasileira de Sinais; Dicionário LIBRAS; Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngue da Língua de Sinais Brasileira;Recursos Complementares.

 

SEGUNDO CICLO

CódigoDisciplinaC.H.Ementa
76 METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR 60h A função sociocultural do currículo na organização do planejamento: temas geradores, projetos de trabalho, áreas de conhecimento. Analise dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Inovação curricular: metodologia de projetos e a interdisciplinaridade na organização curricular; Implicações didático-pedagógicas para a integração das tecnologias de informação e comunicação na educação.
296 INTRODUÇÃO À GRAMÁTICA DA LIBRAS 30h O Desafio de Ensinar Língua Portuguesa a Alunos Surdos; Educação Infantil; Introdução à Gramática da Libras; O Universal nas Línguas; O Sinal e seus Parâmetros; Sistema de Transcrição para a Libras; Os Processos de Formação de Palavras na Libras; As Categorias Gramaticais na Libras; Verbo na Libras; Advérbios; Adjetivo; Comparativo de Igualdade, Superioridade e Inferioridade; Pronomes na Libras; Numeral Na Libras; Utilização dos Numerais para Valores Monetários, Pesos e Medidas; Tipos de Frases na Libras; À Guisa de Conclusão; Quando Alunos Surdos Escolhem Palavras Escritas para Nomear Figuras: Paralexias Ortográficas, Semânticas e Quirêmicas; Teste de Competência de Leitura de Palavras e Pseudopalavras (TCLPP1.1); Teste de Vocabulário Receptivo de Sinais da Libras (TVRSL1.1); Teste de Compreensão de Leitura de Sentenças (TCLS1.1); Teste de Nomeação de Figuras por Escrita (TNF1.1–Escrita E TNF2.1–Escrita); Teste de Nomeação de Sinais por Escolha (TNS1.1–Escolha e TNS2.1–Escolha); Teste de Nomeação de Sinais Por Escrita (TNS1.1–Escrita E TNS2.1–Escrita); Configuração das Mãos; Ponto de Articulação; Movimento; Orientação; Expressão Facial e/ou Corporal; Complete a Frase; Legislação de Língua Brasileira de Sinais.
297 INTRODUÇÃO À LEITURA E ESCRITA DA LIBRAS 30h Surdez e Preconceito: a norma da fala e o mito da leitura da palavra falada; A norma da fala; Os Limites da Leitura da palavra falada; Do preconceito do outro ao autopreconceito; Coesão textual na escrita de um grupo de adultos surdos usuários da Língua de Sinais Brasileira; Blogs de adolescentes surdos: escrita e construção de sentido; Língua de sinais e Língua escrita; Recursos Midiáticos para o desenvolvimento da escrita; Narrativa.

 

TERCEIRO CICLO

CódigoDisciplinaC.H.Ementa
77 METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO 60h A natureza do conhecimento e do método científico. Planejamento, organização e sistematização de protocolos de pesquisa. Identificação dos diferentes métodos de investigação científica. Organização do estudo e da atividade acadêmica como condição de pesquisa. A documentação como método de estudo. Estrutura, apresentação e roteiro dos trabalhos acadêmicos. A normatização da ABNT.
295 A LÍNGUA DE SINAIS E O ESPAÇO ESCOLAR 30h A Prática Pedagógica Mediada (Também) pela Língua de Sinais: Trabalhando Com Sujeitos Surdos; A Língua de Sinais e o Espaço Escolar; Uma Leitura Enunciativa da Língua Brasileira de Sinais: O Gênero Contos de Fadas; Os Estudos sobre as Línguas de Sinais e a Teoria Enunciativa de Bakhtin; O Gênero Contos de Fadas em LIBRAS; LIBRA: Um Estudo Eletroencefalográfico de sua Funcionalidade Cerebral.
298 DEFICIÊNCIA AUDITIVA, SURDEZ E O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO 30h Visão: Funcionamento e Deficiências; O Funcionamento da Visão; A Deficiência Visual; Conceito e Classificação; Causas; Sintomas; Processos de Escolarização de Pessoas com Deficiência Visual; Memórias da Educação Infantil; Aprendizagem Específica na Sala de Recurso; Aprendizagem no Espaço Da Sala Comum; Sala de Recurso X Sala Comum; Avaliação Funcional da Visão; Avaliação Educacional por Meio do Teste Iar em Escolares Com Cegueira; Método; Aplicação do Iar; Resultados; Discussão; O Código Matemático Unificado e o Sistema Braille; A Teoria do Sistema Braille: Conceitos e Definições; Braille Aplicado À Matemática: Código Matemático Unificado; Soroban; Os Recursos Didáticos Aplicados Ao AEE; Modelo, Maquete, Mapa; Recursos Tecnológicos – O Mundo da Informática; Livros; Outros Recursos Didáticos; Recursos Ópticos e Não-Ópticos.
299 A EDUCAÇÃO DE PESSOAS SURDAS E O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO 30h A Educação de Pessoas Surdas e o Atendimento Educacional Especializado; Estudo de Planejamento e Design de um Módulo Instrucional Sobre o Sistema Respiratório: O Ensino de Ciências Para Surdos; Sobre a Educação de Surdos; Sobre a Opção Metodológica; Recomendações Da WCAG 2.0 (2008) E A Acessibilidade de Surdos em Conteúdos da Web; Comunicação de Surdos; Bilinguismo; Identidades Surdas; Diretrizes da Wcag 2.0 (2008) e a Surdez; Plano de AEE No Momento - de Libras; Bingo - Signwriting – Libras; Atividades Com Sinais; Outros Sinais de DST; Sinais de Família.

 

QUARTO CICLO

CódigoDisciplinaC.H.Ementa
300 A INCLUSÃO DOS SURDOS, A LEI DAS DIRETRIZES E BASES E O ENSINO REGULAR 30h Educação Bilíngue Para Surdos e Inclusão Segundo a Política Nacional de Educação Especial e o Decreto Nº 5.626/05; Breve Contextualização Histórica dos Documentos; Os Sentidos do Conceito de Educação Bilíngue Para Surdos; Os Sentidos de Inclusão; A Inclusão do Aluno Surdo da Educação Infantil no Ensino Regular; Surdez; Importância da Aquisição da Linguagem; A Educação de Surdos no Brasil; Ensino da Língua Portuguesa para Surdos; Inclusão Escolar: Amparo Legal; O Aluno Surdo em seu Contexto Escolar; Libras - Lei Federal - Língua de Sinais - Lei Nº 10.436; Leis, Decretos, Portarias e Informações Afins.
301 PROFESSOR-INTÉRPRETE DE LIBRAS, INTÉRPRETE EDUCACIONAL, INTÉRPRETE DE LIBRAS OU AUXILIAR: ATUAÇÃO E PROFISSIONALIZAÇÃO 45h Formação, Profissionalização e Valorização do Professor Surdo: Reflexões a partir do Decreto 5.626/2005; O Professor e Instrutor de Libras na Educação Básica: Reflexões a Partir do Decreto 5.626/2005; Libras na Escola de Educação Básica: Valorização e Profissionalização do Professor Surdo; O Intérprete Educacional de Libras: Desafios e Perspectivas; O Tradutor/Intérprete de Libras no Contexto Educacional: Desafios Linguísticos no Processo Tradutório; O Intérprete Universitário da Língua Brasileira de Sinais; A Dramatização como estratégia de aprendizagem da Linguagem escrita para o Deficiente Auditivo; Pós-Dramatização; Afinal: Intérprete de Língua de Sinais, Intérprete Educacional, Professor-Intérprete ou Auxiliar? O Trabalho de Intérpretes na Lógica Inclusiva; Políticas Públicas Inclusivas e o Papel do Intérprete de Libras e Língua Portuguesa; Pesquisas sobre Atuação do Intérprete Educacional: Refletindo Sobre Diferentes Experiências; O Encontro com o outro; Afinal: O que os Intérpretes Educacionais têm a Dizer?; O papel do intérprete educacional para além da interpretação; Modelo linguístico e colaboração no processo de ampliação do léxico da Libras; Atuação do Intérprete Educacional na Escola; Atuação do Intérprete Educacional na Sala de Aula; Conduta Profissional do Intérprete; Mec e Orientações para o Tradutor e Intérprete da Libras e Língua Portuguesa; Ensinando Libras para Ouvintes.
20 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 30h Orientação específica para o desenvolvimento dos projetos de conclusão de curso. Elaboração e apresentação de trabalho de conclusão de curso.

 

ybtrgjx.png

 

Certificação

Pós-graduação (lato sensu) expedida pela Universidade Candido Mendes. 
Os cursos de pós-graduação, oferecidos pela Universidade Candido Mendes na modalidade a distância, obedecem à Resolução n.º 01 de 8 de junho de 2.007, do MEC/CNE. A UCAM é credenciada, na modalidade a distância, pela Portaria do MEC n.º 1.282, de 26 de outubro de 2010.


 

CLIQUE AQUI  para visualizar o  Modelo do Certificado.

 

 


matricular.png


 

( Acessos de celular - Contato Whats App whatsapp2.png (37) 99114-2786 )

.

Comentários sobre o produto